Notícias

Garcia questiona credibilidade de pesquisas após atos do dia 2

Jornalista comparou tamanho dos atos favoráveis e dos contrários ao governo federal

O jornalista Alexandre Garcia questionou a credibilidade das pesquisas eleitorais após as manifestações realizadas contra o presidente Jair Bolsonaro no sábado (2). Nos atos, a baixa adesão da população foi registrada em diversas cidades do país.

Em sua coluna no site Gazeta do Povo, Garcia citou os atos de 7 de setembro, pró-Bolsonaro, e os dos dias 12 de setembro e de 3 de outubro, contra o governo federal, e afirmou que fica “imaginando as pesquisas de opinião pedindo, pelo amor de Deus, para não inventarem mais manifestações, porque elas estão desmoralizando as pesquisas”.

– O pessoal olha o dia 7 de setembro, olha o dia 12 de setembro, olha o dia 2 de outubro e olha as pesquisas de opinião. Aí a pesquisa fica desacreditada. Tem que pedir para parar com as manifestações, se não quem vai contratar as pesquisas de opinião? – comentou.

Na noite de sábado, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo informou que os atos contra o presidente na Avenida Paulista juntaram cerca de 8 mil pessoas. Para efeito de comparação, a pasta de segurança paulista informou que os atos pró-Bolsonaro do dia 7 de setembro teriam reunido 125 mil pessoas.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock Detectado

Por Favor, ajude-nos a manter esse site no ar. Retire o bloqueador de anúncios.