NotíciasPolítica

Bolsonaro relembra facada: ‘Se preciso for, a vida pela liberdade’

Atentado completa 3 anos nesta segunda-feira

Três anos após sofrer um atentado a faca durante a campanha eleitoral, em Juiz de Fora, em Minas Gerais, o presidente Jair Bolsonaro usou as redes sociais para relembrar o episódio e agradecer a Deus. Bolsonaro também voltou a defender a “liberdade” do povo.

– Há exatos 3 anos tentaram me matar. Agradeço a Deus pela sobrevivência. Hoje, se preciso for, a vida pela liberdade – escreveu o presidente nas redes.

Familiares, amigos e aliados também lembraram a data do ataque. O deputado federal e filho do presidente, Eduardo Bolsonaro, cobrou respostas.

– Hoje faz 3 anos da tentativa de assassinato de Jair Bolsonaro por um ex-membro do PSOL. Graças a Deus e à ajuda de muitas pessoas, ele sobreviveu. Mas as respostas ainda não apareceram. QUEM MANDOU MATAR JAIR BOLSONARO? – questionou.

A deputada federal Bia Kicis reforçou o questionamento.

– Hoje faz 3 anos da facada. Quem mandou esfaquear Jair Bolsonaro? – escreveu.

Adélio Bispo segue preso em uma penitenciária federal em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, desde o dia do ataque. Ele foi considerado pela Justiça como inimputável, por supostamente não gozar plenamente das suas capacidades mentais. Segundo a Polícia Federal, Adélio agiu sozinho e não houve mandante – o que é contestado pelos apoiadores do presidente.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock Detectado

Por Favor, ajude-nos a manter esse site no ar. Retire o bloqueador de anúncios.