NotíciasPolítica

Arthur Lira sugere punir institutos de pesquisa que ‘erram demasiado’

Argumento do parlamentar segue entendimento do presidente e candidato à reeleição Jair Bolsonaro

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), sugeriu a implementação de medidas legais para punir institutos de pesquisa de opinião que erram de forma intencional ou demasiadamente. A mensagem do deputado foi publicada em uma rede social nesta quinta-feira, 22.

“Nada justifica resultados tão divergentes dos institutos de pesquisas”, escreveu Lira no Twitter. “Alguém está errando ou prestando um desserviço. Urge estabelecer medidas legais que punam os institutos que erram demasiado ou intencionalmente para prejudicar qualquer candidatura.”

Conforme o parlamentar, a população não pode permitir que haja manipulação de resultados em pesquisas eleitorais. “Isso fere a democracia”, afirmou.

Lira não citou quais seriam os erros dos institutos de pesquisa de intenção de voto. Além disso, também não especificou um instituto em específico.

O argumento de Arthur Lira segue em partes o entendimento do presidente Jair Bolsonaro (PL), que levanta dúvidas sobre a metodologia das pesquisas. Na semana passada, em entrevista ao SBT, o chefe do Executivo disse que tem ao menos 60% dos votos.

“Se eu tiver menos de 60% dos votos, algo de anormal aconteceu no TSE”, afirmou. “Tendo em vista obviamente o data povo, que você mede pela quantidade de pessoas que não só vão nos meus eventos, bem como nos recepcionam ao longo do percurso até chegar ao local do evento.”

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock Detectado

Por Favor, ajude-nos a manter esse site no ar. Retire o bloqueador de anúncios.