NotíciasPolítica

Policial que foi “carcereiro” de Lula vira segurança do petista

Ex-presidente e policial desenvolveram amizade durante época em que Lula esteve preso em Curitiba

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) desenvolveu uma relação de amizade com um dos agentes que vigiava sua cela na época em que ele estava preso na Superintendência da Polícia Federal de Curitiba. Como resultado, o próprio presidenciável pediu para que Paulo Rocha Júnior passasse a integrar, atualmente, a equipe de seguranças que o protegem durante a campanha. As informações são da colunista Bela Megale, do jornal O Globo.

Paulão, como ele é conhecido, se aproximou de Lula especialmente nos fins de semana em que o ex-presidente não podia receber visitas. Assim, o petista contava com o agente para trocar ideias acerca de diversos temas, incluindo política, futebol, namoro, família e até programas de televisão.

Atendendo a um pedido do candidato à Presidência, representantes de campanha solicitaram à PF que Paulão integrasse a equipe de policiais que formam a segurança de Lula. Ele já está atuando na área, tendo acompanhado Lula durante sua visita a Curitiba no último sábado (17).

Caso Lula vença as eleições presidenciais, há a chance de que Paulão passe a ser integrante do grupo do Gabinete de Segurança Institucional (GSI).

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock Detectado

Por Favor, ajude-nos a manter esse site no ar. Retire o bloqueador de anúncios.