“Vou recebê-lo de braços abertos”, diz Tarcísio sobre Bolsonaro em SP

Governador Tarcísio de Freitas diz que já convidou ex-presidente Jair Bolsonaro a visitar o Palácio dos Bandeirantes: “Ele vem”, afirmou
O Governador Eleito De São Paulo, Tarcísio Gomes De Freitas O Governador Eleito De São Paulo, Tarcísio Gomes De Freitas
O governador eleito de São Paulo, Tarcísio Gomes de Freitas: 'Bolsonaro sempre defendeu a ordem e o progresso' | Foto: Reprodução/Redes Sociais

Governador Tarcísio de Freitas diz que já convidou ex-presidente Jair Bolsonaro a visitar o Palácio dos Bandeirantes: “Ele vem”, afirmou

O governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) fez uma série de declarações de aproximação ao ex-presidente (PL), seu padrinho político, em um bate-papo com jornalistas nesta segunda-feira (10/4), quando apresentou um balanço de seus 100 dias de governo.

Afirmou que receberá o ex-presidente “de braços abertos” quando ele vier a São Paulo. Disse que Bolsonaro é seu “amigo” e que fala com ele “com frequência”. Tarcísio também contou que já o convidou para visitar o Palácio dos Bandeirantes. “Ele vem”, garantiu o governador.

Tarcísio negou haver qualquer aresta a ser aparada entre os dois, mesmo considerando posturas que o governador paulista vinha adotando nos três primeiros meses de mandato, quando o ex-presidente, que ajudou a elegê-lo, estava fora do país.

“Se vier aqui (no estado), será muito bem recebido. Vou recebê-lo aqui de braços abertos”, disse Tarcísio. “(A volta dele) não muda nada. Tenho amizade com ele, falo com ele com alguma frequência, já fiz o convite para ele vir aqui no palácio. Ele vem”, afirmou.

“(Bolsonaro) é um amigo que eu tenho, foi uma pessoa importante para mim, me abriu portas que ninguém abriria”, continuou o governador.

“Me tornou ministro e sempre me incentivou muito. Sempre divulgou muito o que a gente fazia. Ele dava o crédito para os outros e me deu muito crédito. Sempre foi muito bacana comigo neste sentido e eu tenho muita gratidão”, frisou.

Segundo Tarcísio, “as arestas (entre os dois) são criadas por pessoas que estão por fora do assunto”.


Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *