Notícias

Vídeo: Eliane Cantanhêde gera indignação ao comparar perdas em enchentes com roubo de joias

Jornalista Eliane Cantanhêde Criticada nas Redes Sociais por Gafe na Cobertura das Enchentes no Rio Grande do Sul

A cobertura das enchentes no Rio Grande do Sul pela jornalista Eliane Cantanhêde na noite de quarta-feira (15) resultou em intensas críticas nas redes sociais, devido a uma gafe cometida por ela.

Durante uma transmissão ao vivo na Globonews, Cantanhêde fez uma comparação entre as perdas sofridas pelas vítimas das chuvas e o que ela própria sentiu ao ser vítima de um roubo de joias no último Natal.

“Você se põe na posição dessas pessoas que perderam tudo. Roubaram as minhas joias no Natal de 2023, foi doloridíssimo. Eu fico imaginando quem perdeu a casa, quem deu um duro danado para comprar uma geladeira, um fogão, uma cama, e não tem mais nada. A casa debaixo d’água”, declarou a jornalista da GloboNews.

A afirmação de Cantanhêde provocou revolta e reprovação entre os usuários da internet, que julgaram a comparação como inapropriada e insensível, considerando a seriedade da situação que as vítimas das inundações no estado estão enfrentando.

Segundo o último relatório da Defesa Civil, as inundações no Rio Grande do Sul resultaram em uma tragédia, com 149 mortos, 108 desaparecidos e 806 feridos. A operação de resgate permanece em alta intensidade, com as equipes de socorro já tendo evacuado 76,5 mil pessoas no estado, que tem 2,1 milhões de pessoas afetadas de alguma maneira pelo desastre.

Atualmente, o Rio Grande do Sul tem 614 mil indivíduos deslocados por causa das inundações, com 76,5 mil deles abrigados e outros 538,2 mil hospedados em casas de parentes ou amigos.

Artigos relacionados

Um Comentário

  1. Coitada dessa jornalista idiota. Ela só se esquece de uma coisa. No RS, as perdas foram para a natureza. Já as joias dela, foram levadas pelos seus protegidos, que queriam apenas um dinheirinho para tomar cerveja. Vai se catar Cantanhede.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo