NotíciasPolítica

Partido de Bolsonaro vai ao TSE contra Lula por ‘discurso de ódio’

PL apresentou sete ações contra o petista por propaganda eleitoral antecipada

O Partido Liberal (PL) decidiu acionar o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por ter propagado “discurso de ódio”. No total, foram sete ações enviadas à Corte apontando que o petista teria feito propaganda eleitoral antecipada. A informação foi dada pelo jornal Folha de S.Paulo.

Os advogados de Jair Bolsonaro apontaram que Lula teria cometido discurso de ódio ao se referir ao presidente com termos como “fascista”, “genocida”, “negacionista” e “desumano”. O PL quer a exclusão de vídeos em que o ex-presidente utiliza os termos e ainda que o petista pague multa.

Para os defensores, Lula “proferiu gravíssimas ofensas à honra e à imagem do atual presidente da República, bem como realizou verdadeiro discurso de ódio contra seu opositor, o que reforça a gravidade dos atos”. Além disso, apontou ainda que o petista pediu “votos de maneira dissimulada” e fez “inúmeras promessas de campanha”.

O partido citou eventos ocorridos, nos meses de julho e agosto deste ano, nas cidades de Serra Talhada (PE), Teresina (PI), Fortaleza (CE), Recife (PE), Brasília (DF), Garanhuns (PE) e Campina Grande (PB).

O documento é assinado pelo advogado Tarcísio Vieira de Carvalho.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock Detectado

Por Favor, ajude-nos a manter esse site no ar. Retire o bloqueador de anúncios.