Pacheco Elogia Lula E Alerta Sobre Movimentos Antidemocráticos: “O Monstro Não Está Morto”

Presidente do Senado alerta para a necessidade de combater regimes não democráticos e defende a democracia
Pacheco E Lula Pacheco E Lula
Pacheco E Lula

Presidente do Senado alerta para a necessidade de combater regimes não democráticos e defende a democracia

Nesta sexta-feira (28), o presidente do , Rodrigo Pacheco (PSD-MG), comentou sobre a tentativa de golpe militar na Bolívia e relembrou os ataques às sedes dos Três Poderes no Brasil, alertando para a necessidade constante de combater regimes não democráticos. “O monstro não está morto. Precisamos constantemente trabalhar em defesa da democracia e através da verdade”, afirmou Pacheco durante um evento em Minas Gerais para o anúncio de investimentos federais nas áreas de energia e educação.

Em um discurso, Pacheco destacou a importância da democracia e da verdade. Ele mencionou que, após devolver ao Executivo a Medida Provisória que alterava as regras do PIS/Cofins, vem recebendo com “muita satisfação” os elogios do presidente Luiz Inácio da Silva. Segundo Pacheco, Lula é “um líder político que defende um tema com que todos nós devemos ter compromisso, que é o combate à fome e à miséria no nosso país, o combate à desigualdade”. Ele retribuiu afirmando que ambos prezam pela manutenção do estado de direito. “Não há outro caminho que não a democracia”, declarou Pacheco, elogiando os deputados constituintes de 1988, grupo do qual Lula também fez parte.

“Conquistamos a democracia a duras penas, com sangue, suor e lágrimas de muita gente nesse país. E há dois anos atrás [Eleições de 2022], não se esqueçam disso, tivemos pessoas que tiveram a audácia de expandir aquilo que no seu íntimo já existia, que são movimentos e pensamentos antidemocráticos, ditatoriais e contra a democracia do nosso país”, disse o presidente do Congresso Nacional.

Pacheco finalizou sua fala fazendo um apelo pela confiabilidade das urnas eletrônicas, chamando-as de “expressão de democracia e orgulho nacional”.

Mais cedo, em entrevista à rádio FM O Tempo, Lula elogiou o senador e afirmou que seu apoio a uma possível candidatura ao Executivo do estado em 2026 depende da vontade de Pacheco. “É um jovem, advogado bem-sucedido, presidente do Senado. Eu acho que ele é hoje, publicamente, a figura política mais importante de Minas Gerais. Obviamente que as coisas só vão acontecer se ele quiser […] eu acho que ele tem todas as condições de fazer uma disputa aqui e ganhar as eleições”, disse o presidente.


4 comments
  1. Cala a boca, Magda! Seja homem e respeite os eleitores que jogaram seus votos no lixo te elegendo, honre teu cargo e cumpra seu dever como presidente da casa. Se vc fizesse seu trabalho o Brasil não estaria a galope para o fundo do poço.

    1. Além do maís Pachêco é um mentiroso qndo diz que Lula é democrático, se fosse, o PT teria voltado pela aprovação da Constituição em 1988. O eleitor mineiro há de lembrar isso na hora de votar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *