NotíciasPolítica

“Nós vamos tomar de volta nosso país também”, dispara Nikolas Ferreira sobre derrota de Macron na França

O partido do presidente francês, sofreu uma derrota significativa nas eleições para uma sigla de direita.

(PL), deputado federal, expressou sua posição nas redes sociais na noite de domingo (09), após a vitória da extrema direita no Parlamento Europeu na França.

O parlamentar faz comentários em um repost de um vídeo em que a população da França celebra o sucesso nas eleições parlamentares.

Macron dissolve Assembleia Nacional e convoca novas eleições após derrota nas eleições para o Parlamento Europeu

O presidente francês, Emmanuel Macron, declarou a dissolução da Assembleia Nacional e marcou novas eleições para 30 de junho e 7 de julho. Essa ação foi adotada depois que a coalizão de Macron, encabeçada pelo partido Renascimento de centro-direita, enfrentou uma perda notável nas eleições para o Parlamento Europeu contra o partido de extrema-direita Reagrupamento Nacional.

Durante um discurso transmitido pela televisão, Macron manifestou sua inquietação com a ascensão da extrema-direita.

Durante as eleições parlamentares europeias, os representantes dos 27 países membros da União Europeia são escolhidos, sendo que a França possui 81 assentos, proporcionais à sua população. Na votação recente, o Reagrupamento Nacional, partido liderado por Jordan Bardella, de 28 anos, e com Marine Le Pen como figura principal, alcançou uma faixa de votação entre 32,3% e 33%. Por outro lado, a aliança de Macron conseguiu de 14,8% a 15,2% dos votos.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo