NotíciasPolítica

Nikolas Ferreira ameaça superar Lula nas redes sociais

Segundo o PL, hoje o parlamentar tem 10,6 milhões de seguidores no Instagram, com aumento de pelo menos 200 mil/mês

A liderança nacional do PL está confiante de que, até o fim deste ano, o deputado federal (PL-MG) terá uma presença mais forte que a do presidente nas redes sociais.

De acordo com membros do partido, atualmente o congressista conta com 10,6 milhões de seguidores no Instagram, experimentando um crescimento de no mínimo 200 mil novos seguidores por mês. Lula, por sua vez, possui hoje 13 milhões de seguidores na mesma plataforma, porém com uma tendência de queda. se mantém à frente neste quesito, somando 25,6 milhões de seguidores.

Eu acho que até o fim de 2024, Nikolas passará Lula em número de seguidores nas redes sociais, se tornando o 2º político com mais influência”, disse o segundo vice-presidente da Câmara, Sóstenes Cavalcante, a este site nesta sexta-feira, 29.

Observando justamente esse aumento nas redes, a liderança nacional do PL – partido de Jair Bolsonaro – planeja lançar o deputado federal Nikolas Ferreira (MG) na corrida para o governo de Minas Gerais em 2026.

Justamente Sóstenes Cavalcante (RJ), segundo vice-presidente da Câmara e um dos caciques do PL, tem incentivado a candidatura de Nikolas.

Ele [Nikolas] fará 30 anos em 2026, idade mínima para ser candidato a governador. Ele até poderia se candidatar ao Senado, mas não tem a idade mínima”, disse Sóstenes a este site.

“Hoje ele é o 3º político com maior número de seguidores nas redes sociais, só pede para Bolsonaro e Lula”, destaca Sóstenes.

A liderança nacional do PL acredita que, com a desistência de da corrida eleitoral para o Poder Executivo, surge uma oportunidade para Nikolas Ferreira. O papel de Ferreira como presidente da Comissão de Educação será crucial, segundo os membros do partido, para ajudar a moldar uma imagem mais moderada do deputado federal.

No começo do mês, Nikolas Ferreira assumiu a presidência da Comissão de Educação. O político definiu como principais questões o Plano Nacional de Educação, o aumento da segurança nas instituições de ensino, a valorização da educação básica, a educação domiciliar (homeschooling), e propostas que favoreçam uma educação que honre a vida e a dignidade humana desde a concepção. As informações são de Oantagonista.

Artigos relacionados

Um Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo