Milei cria pasta para reduzir a estrutura e os gastos do Estado na Argentina

A nova pasta vai ser liderada pelo economista Federico Sturzenegger
Javier Milei Javier Milei
foto: Reprodução/Twitter/X

A nova pasta vai ser liderada pelo economista Federico Sturzenegger

O presidente da , Javier Milei, estabeleceu um ministério inédito com o objetivo de diminuir a estrutura e os custos do Estado. A resolução foi publicada pelo governo no Diário Oficial na sexta-feira, dia 5.

Federico Sturzenegger, economista, será o líder do Ministério da Desregulamentação e Transformação do Estado, recém-criado.

O indivíduo que assumiu recentemente o cargo de ministro, tendo anteriormente presidido o Banco Central durante o mandato de Mauricio Macri de 2015 a 2019, é caracterizado por Milei como “o melhor economista do planeta”.

Ele teve um papel fundamental na elaboração do pacote de reformas econômicas contido na Lei de Bases, que foi recentemente ratificada pelo Congresso. A decisão veio após seis meses de acaloradas discussões no Legislativo.

“Compete ao Ministério de Desregulamentação e Transformação do Estado auxiliar o presidente e o chefe de gabinete de ministros em tudo o que se refere aos cursos de ação para a implementação da desregulamentação, reforma e modernização do Estado”, diz trecho do documento.

Os Objetivos do Novo Ministério Criado por Milei

A nova pasta, além de mirar na diminuição dos gastos públicos, também tem como objetivo ampliar a eficiência e eficácia das organizações públicas na Argentina.

Desde o começo de sua gestão, Milei implementou ações que envolveram a interrupção de construções públicas, dispensas em grande escala e restrição de recursos para “educação e saúde”, bem como reduções nas pensões e nos benefícios sociais.

No primeiro trimestre do ano corrente, a Argentina alcançou seu primeiro superávit fiscal desde 2008. As informações são da Revista Oeste.


Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *