NotíciasPolítica

Mario Frias vai processar a IstoÉ após ser chamado de miliciano

Revista publicou reportagem criticando o uso de armas de fogo pelos integrantes do governo Bolsonaro

Nesta sexta-feira (15), o secretário especial de Cultura, Mario Frias, utilizou as redes sociais para avisar que vai processar a revista IstoÉ. A medida ocorre após a publicação de uma matéria chamada Milicianos do capitão, em que aparecem integrantes do governo segurando armas. Um dos presentes na foto é o próprio Frias.

O texto afirma que “armas de fogo em público e nas redes sociais” passaram a ser comuns no governo de Jair Bolsonaro e que fazem parte de “um esforço permanente de ministros e familiares do presidente de tornarem normal a cultura da violência e do ódio”.

Diante da publicação, Frias decidiu acionar a Justiça.

– Processinho a caminho – disse.

Após a publicação, o secretário de Cultura recebeu o apoio de seguidores.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock Detectado

Por Favor, ajude-nos a manter esse site no ar. Retire o bloqueador de anúncios.