NotíciasPolítica

Lula convida, mas Lira e Pacheco recusam ida ao Rio Grande do Sul

Os presidentes da Câmara e Senado ficarão em Brasília para conduzirem votações importantes

Na quarta-feira (15), Luiz Inácio da Silva, o presidente (PT), retornou ao Rio Grande do Sul acompanhado de uma comitiva. No entanto, os líderes do Congresso Nacional e o presidente do Tribunal de Contas da União (TCU) não estavam presentes, pois recusaram o convite. A CNN Brasil forneceu essas informações.

Arthur Lira (PP-AL), presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), presidente do Federal, e Bruno Dantas, presidente do TCU, justificaram que não poderiam viajar devido a compromissos já agendados nas sessões plenárias.

Pacheco permanecerá em Brasília para liderar a votação do projeto de lei que busca reestruturar a dívida do Rio Grande do Sul com a União. O texto, que foi aprovado na Câmara na terça-feira (14), será avaliado pelos senadores já nesta quarta-feira.

A delegação de Lula para o estado do Rio Grande do Sul inclui 18 indivíduos, além do próprio Lula e sua esposa, Janja da Silva. Outras autoridades, como ministros, os líderes das Forças Armadas, o diretor da Polícia Federal e o presidente da CONAB, também marcam presença.

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luís Roberto Barroso, também integra a comitiva, atuando como representante do Poder Judiciário. Assim, o Poder Legislativo é o único que não tem representação na terceira visita de Lula ao Rio Grande do Sul desde o início das enchentes.

Artigos relacionados

Um Comentário

  1. Esses calhordas não vão porque sabem que irão tomar várias da população junto com o luladrão!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo