Governo Lula se irrita com participação de Milei em evento bolsonarista

Participação de Presidente Argentino em Evento Conservador é Considerada ‘Imprevisível’ por Integrantes do Governo Lula
Javier Milei Durante A Posse Na Casa Rosada Javier Milei Durante A Posse Na Casa Rosada
LUIS ROBAYO / AFP-10/12/2023

Participação de Presidente Argentino em Evento Conservador é Considerada ‘Imprevisível’ por Integrantes do Governo Lula

Membros do consideram que a presença do presidente da , Javier Milei, no evento conservador que ocorrerá no próximo fim de semana em Balneário Camboriú, Santa Catarina, é “imprevisível”.

Parece que Milei, estimulado pelos bolsonaristas e tentando se estabelecer como um líder da direita, pode intensificar a sua postura contra o presidente Luiz Inácio da Silva (PT).

Em sua primeira jornada ao Brasil na posição de presidente, Milei não tem um encontro agendado com Lula. Entretanto, um jantar com o ex-presidente (PL) está programado para o sábado (6).

No domingo (7), o argentino deverá fazer uma palestra na Conferência Política de Ação Conservadora (CPAC). Os detalhes da agenda ainda estão sendo finalizados.

Dependendo do que for dito e do contexto da agenda, assessores da área internacional relatam que o governo brasileiro não descarta consequências diplomáticas.

Até o momento, diplomatas do Brasil e da Argentina têm buscado preservar as relações bilaterais, apesar dos atritos públicos entre os dois presidentes.

Considerada mais moderada que Milei, a chanceler argentina Diana Mondino mantém uma boa relação com o ministro das Relações Exteriores brasileiro, Mauro Vieira.

Eles tiveram seu primeiro encontro em novembro do ano anterior, antes mesmo de Milei assumir o cargo na Casa Rosada. Em fevereiro, durante as reuniões do G20 no Rio de Janeiro, eles voltaram a se falar. Mondino realizou uma visita oficial ao Brasil em abril.

Às vésperas da viagem, nesta terça-feira (2), Milei voltou a acusar o presidente Lula de corrupção e afirmou, sem especificar a quem se referia, que quem o critica é um “perfeito dinossauro idiota”.

Na semana passada, em entrevista ao UOL, Lula disse que ainda não conversou com Milei – que o chamou de corrupto durante a campanha eleitoral argentina – porque ele lhe deve um pedido de desculpas por “falar muita bobagem”. Por sua vez, o político argentino questionou “desde quando tem que pedir perdão por dizer a verdade.”

Javier Milei também desistiu de participar da Cúpula do Mercosul na próxima segunda-feira (8), em Assunção, no Paraguai, alegando “agenda sobrecarregada”. O presidente Lula estará presente.


5 comments
  1. Se o presidente Lula, não conversou com o presidente Milei, este tem todo direito de vir ao Brasil, onde foi convidado a não ser que ser a presença do mesmo proibido. O presidente brasileiro não disse que vem tratando com os governadores argentinos, e não com a presidência, segunda a segunda mandataria do Brasil, Daniela Lima, e seu celular.

    1. Lula já é um pária internacional. Atacando Israel, fazendo conchavos com líderes do Hamas, tentando adotar a moeda Chineses como lastro para comércio internacional, recebendo o ditador maduro como chefe de Estado em solo brasileiro. Sem falar nas idas à cadeia para agradecer aos narcotraficantes pelo apoio que recebeu na eleição. Por tudo isso e muito mais, Lula do merece o desprezo.

  2. O presidente argentino efetivamente eleito Milei, é inteligente, honesto e patriota, porque ele conversaria com pessoas que não tem afinidade? Perda de tempo…

  3. Certo presidente da Argentina Javier Milei não vale a penas converçar com Bandido Narcotraficante e Assassino

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *