JustiçaPolítica

Gilmar Mendes Defende “Refundação” Das Polícias Do Brasil Após Conclusão Do Caso Marielle

Conclusão do caso Marielle Franco abre oportunidade para reforma das polícias, diz Gilmar Mendes

Na última segunda-feira (25), Gilmar Mendes, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), declarou que o encerramento das investigações sobre o assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) é uma “oportunidade” para promover um debate sobre a “reforma” das forças policiais do Brasil.

Gilmar Mendes proferiu estas palavras ao comparecer a uma sessão celebrando os 200 anos de fundação do Federal, no Congresso Nacional.

De acordo com o ministro do STF, o envolvimento de agentes públicos na arquitetura da execução de Marielle Franco é algo “extremamente grave”. “Muito vem se tendo esse tipo de notícia do envolvimento da polícia com crime organizado. Parte da polícia, né? Obviamente isso é algo extremamente grave. É preciso pensar numa refundação dessas instituições, tomar as medidas necessárias”, afirmou o magistrado.

A conclusão da Polícia Federal foi que Domingos e Chiquinho Brazão encomendaram as mortes do motorista Anderson Gomes e da vereadora.

A PF ainda identificou o delegado Rivaldo Barbosa, então chefe da Polícia Civil do Rio de Janeiro na época do crime, como mentor da execução.

Barbosa foi apontado como responsável por indicar que a emboscada contra Marielle não poderia ocorrer no trajeto da Câmara dos Vereadores e também foi acusado de obstruir as investigações do assassinato.

Artigos relacionados

3 Comentários

  1. Cuida da própria casa, ô Gilmar. Refunda aí primeiro. Depois vem corrigir o mundo…

    Quanta hipocrisia!

  2. É “extremamente grave” SÓ o envolvimento da policia? e o envolvimento de politicos não preocupa o sr., magistrado G.Mendes? Porque?

  3. A reformulação tem que começar pelo STF,fazer uma limpeza geral, substituindo togados por fardados,pensamento meio utópico, pois os verdinhos,vermelharam. Gilmar calado,já atrapalha o País,falando arrasa com o que ainda respeitamos e temos. Cadê o palhaço do Kajuru que enfrentava o “boca de caçapa “,desistiu ou entrou nos dividendos?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo