NotíciasPolítica

Garcia após deixar CNN: ‘Se digo uma coisa, tenho que praticar’

Jornalista foi demitido após defender tratamento precoce

Recém-demitido da CNN Brasil, o jornalista Alexandre Garcia comentou em suas redes sociais, neste domingo (26), sobre o desligamento da emissora. Conhecido pelas opiniões polêmicas, Garcia deixou a CNN após se manifestar a favor do tratamento precoce.

Antes de iniciar sua versão da história, Garcia celebrou a conquista de novos seguidores, que, segundo ele, teve um aumento de quase 200 mil em apenas dois dias.

Em sua justificativa, o veterano afirmou que “tem que praticar” aquilo que ele prega fora da emissora para seus alunos e seguidores.

– Me perguntaram na sexta sobre a CPI da Covid, vacinação e tratamento. Não podia decepcionar aqueles que foram meus alunos ao longo de todos os anos. Se eu digo uma coisa, eu tenho que praticar. E digo: não aluguem a sua cabeça, pensem. Que seu cérebro não seja abduzido. Não permitam que professores façam lavagem cerebral, que o medo dos colegas te encolha e [você] não tenha pensamento próprio. Você pode até me contrariar. Cada um tem seu pensamento. O que não pode ser normal é que a pessoa seja um rebanho, acéfalo – alertou.

Garcia também se dirigiu aos jornalistas em geral.

– Para os jornalistas, o importante é o fato. Eu não posso contrariar aquilo que estou vendo, que estou acompanhando, que vem da fonte primária. É isso que nós, jornalistas, devemos fazer: acreditar nos nossos olhos – afirmou.

ASSISTA

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock Detectado

Por Favor, ajude-nos a manter esse site no ar. Retire o bloqueador de anúncios.