Notícias

Feliciano a Alcolumbre: ‘Nós, evangélicos, não somos palhaços’

Deputado alertou para demora na sabatina de André Mendonça

O deputado federal Marco Feliciano (PL-SP) usou as redes sociais para denunciar o atraso proposital da sabatina de André Mendonça no Senado Federal, onde será votada a sua indicação à vaga de ministro do Supremo Tribunal Federal. No vídeo, Feliciano culpou diretamente o senador Davi Alcolumbre, presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e responsável por pautar a sabatina de Mendonça.

– Estou com um nó na garganta de tanta indignação. O presidente da CCJ, Davi Alcolumbre, vem procrastinando, adiando, empurrando para sabe Deus quando a sabatina do doutor André Mendonça, que foi indicado ao STF pelo presidente Bolsonaro, para a vaga do [ministro] “terrivelmente evangélico” – iniciou.

Em seguida, o deputado expôs o que vem acontecendo nos bastidores da política.

– Tem algo muito estranho acontecendo, nada se fala publicamente. Mas, nos corredores do poder, eu tenho ouvido que há uma espécie de acordo para não aceitarem o nome do doutor André Mendonça. Tomei conhecimento de que já existe outro nome no páreo – revelou o deputado.

Ainda assim, apesar da conspiração para barrar o nome de Mendonça, Feliciano destaca que, independente de quem seja indicado à esta vaga, o escolhido continuará sendo “terrivelmente evangélico”.

– A cadeira continuará sendo de um ministro terrivelmente evangélico. E este só poderá ser reconhecido pelos líderes evangélicos que representam mais de 40 milhões de brasileiros. […] Cuidado com o que está acontecendo, porque nós evangélicos não somos palhaços – alertou.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock Detectado

Por Favor, ajude-nos a manter esse site no ar. Retire o bloqueador de anúncios.