EconomiaMundo

Economia global vai atingir fundo do poço em 2023, admite FMI

A retomada deve começar apenas em 2024

O Fundo Monetário Internacional (FMI) admitiu que a economia global deve “chegar ao fundo do poço” este ano e só deve voltar a acelerar em 2024. A declaração foi de Kristalina Georgieva, diretora-gerente do fundo.

Em coletiva de imprensa, a chefe do FMI afirmou que será um ano desafiador, especialmente porque os bancos enfrentam decisões difíceis sobre o aumento das taxas de juros para conter a alta da inflação. Ela espera que “a trajetória de desaceleração do crescimento global seja revertida no segundo semestre, para que em 2024 tenhamos um crescimento maior do que tivemos neste ano”.

Na semana passada, ela afirmou que um terço da economia global entrará em recessão este ano, mas disse que uma crise mundial pode ser evitada. Em outubro, o fundo previu um crescimento global de 2,7% neste ano, abaixo da projeção de alta de 3,2% em 2022.

Georgieva disse que a China é o “fator mais importante para o crescimento global” neste ano. “Se eles mantiverem o ritmo atual, no meio do ano a China se tornará um contribuinte positivo para o crescimento global médio”, explicou. Ela também acredita que os Estados Unidos ainda podem evitar cair em uma recessão, principalmente por causa da resiliência do mercado de trabalho que ela descreveu como “notável”. As informações são da Revista Oeste.

Artigos relacionados

Um Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock Detectado

Por Favor, ajude-nos a manter esse site no ar. Retire o bloqueador de anúncios.