Notícias

CNJ determina que juízes verifiquem condições de crianças em manifestações

Desde a vitória de Lula, em 30 de outubro, diversos manifestantes protestam por todo o país

O ministro Luís Felipe Salomão, corregedor do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), deu nesta quinta-feira, 17, dez dias para que os juizados e varas da Infância e do Adolescente de todo o país adotem uma série de medidas para proteger crianças e adolescentes que estão nas manifestações dos apoiadores do presidente (PL).

Segundo o magistrado, os juizados devem identificar os pontos de protestos com instalações permanentes ou efetivas, como: acampamentos, tendas e cozinhas. Em seguida, eles devem conferir se há alguma criança ou adolescente nos locais e quais condições eles estão submetidos (higiene, alimentação, etc).

O intuito da ordem, de acordo com Salomão, é evitar a violação aos direitos das crianças e adolescentes nos acampamentos montados em frente aos quartéis do Exército por apoiadores de Bolsonaro.

“Os manifestantes são pequenas minorias insubmissas aos preceitos democráticos”, segundo o corregedor. Além disso, conforme ele, os acampamentos funcionam com “financiamentos que estão sendo desvendados aos poucos”.

“Além dos possíveis crimes que possam ser praticados pelos supostos manifestantes, chama a atenção a presença de crianças e adolescentes nesses movimentos”, disse o corregedor do CNJ. “O que, somada às condições potencialmente insalubres de tais acampamentos, deve despertar a preocupação de agentes públicos responsáveis pela proteção infanto-juvenil.”

Desde a vitória de Lula, em 30 de outubro, diversos apoiadores de Bolsonaro protestam por todo o país. As informações são da Revista Oeste.

Artigos relacionados

5 Comentários

  1. Onde estava esse CNJ quando aquelas crianças ficava passando a mão naquele cara pelado???
    Pura hipocrisia dessa esquerda caviar.

  2. As manifestações NÃO SÃO dos “apoiadores de Bolsonaro”, como se fossem em apoio a ele. Já estive nelas 5 vezes desde 31de outubro, por inúmeras horas, e JAMAIS ouvi o nome de Bolsonaro ser gritado. Isso porque não diz respeito a ele, mas sim ao país, à nossa liberdade e nossos valores. E também diz respeito à justiça, porque há muitas evidências de anomalias nas eleições, especificamente nas urnas eletrônicas e no sistema de apuração, que precisam ser investigadas e, se for o caso, tomar as providências correspondentes segundo dispõe o código eleitoral, lei 4.737 de 15 de julho de 1965.
    Bolsonaro é fantástico, todos gostam muito dele – mas as manifestações são a favor do BRASIL.

  3. Seria ótimo se o Conselho fizesse seu trabalho com responsabilidade. E olhassem as crianças que se encontram abandonadas ou nos semáforos pedindo esmola!
    As crianças que se encontram sem escola e abandonadas em seus lares, pois as mães precisam trabalhar e não existe creches para receberem seus filhos. É tudo PT…é tudo *L*.

  4. CNJ não está nem aí pras crianças o intuito é atingir os pais. Nojo dessa gente podre, parece uma nova Gestapo.

  5. Ou é hipocrisia ou militância de esquerda! Pois em todos os atos antidemocráticos, de invasões, destruições praticados pelo mst sempre tiveram e houveram crianças, adolescentes com ou sem responsáveis e nunca, nunca o judiciário se manifestou! Sem contar com os menores que são aliciados pelo tráfico de drogas, milicianos etc.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock Detectado

Por Favor, ajude-nos a manter esse site no ar. Retire o bloqueador de anúncios.