Notícias

Bolsonaro: no STF, André Mendonça vai ser contra o marco temporal e pautas progressistas

Presidente disse que ele estará ‘perfeitamente alinhado’ ao governo federal em relação às pautas econômicas

O presidente Jair Bolsonaro voltou defender publicamente que André Mendonça seja ministro do Supremo Tribunal Federal. Segundo o mandatário, se o ex-ministro da Justiça e ex-advogado-geral da União, for aprovado pelo Senado, ele será contra, por exemplo, o marco temporal e às pautas progressistas.

Em entrevista a Jovem Pan na terça-feira, Bolsonaro disse que um voto no Supremo faz diferença e que, além de defender a família, Mendonça estará “perfeitamente alinhado” ao governo federal em relação às pautas econômicas: “Nós precisamos de mais um dentro do Supremo”.

Bolsonaro comentou o desentendimento entre o pastor Silas Malafaia e o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, em torno da aprovação de André Mendonça para vaga no STF. Apoiador do presidente, Malafaia acusa ministro de trabalhar contra a nomeação do ex-advogado-geral da União para a Corte.

“Não dei ordem para nenhum ministro trabalhar contra o André, muito pelo contrário, e, se isso aconteceu, não tomei conhecimento. Agora, jantares existem aos montões em Brasília e, muitos vezes, alguém está presente ali e nem sabe qual é a pauta deste jantar. Eu prefiro não botar lenha na fogueira”, disse Bolsonaro.

Segundo o pastor, Ciro Nogueira estaria articulando o nome de Alexandre Cordeiro de Macedo, presidente do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), para a vaga.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock Detectado

Por Favor, ajude-nos a manter esse site no ar. Retire o bloqueador de anúncios.