Bolsonaro Critica Inclusão De Salsicha Em ‘Imposto Do Pecado’: “Demonstração De Amor”

Bolsonaro critica possível ampliação do ‘imposto do pecado’ para incluir alimentos como biscoitos e sorvetes
Bolsonaro Bolsonaro
Reprodução YouTube

Bolsonaro critica possível ampliação do ‘imposto do pecado’ para incluir alimentos como biscoitos e sorvetes

O ex-presidente (PL) lançou críticas nesta quarta-feira (4) contra a potencial ampliação do chamado “imposto do pecado” para incluir alimentos como biscoitos e sorvetes. Em uma postagem em seu perfil no antigo Twitter, agora denominado X, Bolsonaro compartilhou uma matéria da Gazeta Brasil e expressou sua discordância com a possível inclusão da salsicha nessa categoria.

“A crítica é em relação a uma emenda proposta pela Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), que sugeriu inserir o imposto sobre bolachas, panificados doces, embutidos e guloseimas”, acrescentou Bolsonaro.

Segundo o ex-chefe do Executivo, a medida faz parte de uma série de iniciativas que ele caracterizou como cortinas de fumaça para defender o ex-presidente e justificar aumentos de impostos bilionários.

“Vem muito mais por aí. O sistema precisa criar cortinas de fumaça diariamente para defender o Lula e justificar os bilhões de reais que recebem oriundos dos aumentos de seus impostos. – Obviamente a SALSICHA também não ficaria de fora de mais uma série gigantesca de demonstração de amor”, afirmou Bolsonaro.

O relatório preliminar do primeiro texto que regulamenta a reforma tributária deve ser apresentado amanhã na Câmara. Após meses de debate, há poucas divergências entre Executivo e Congresso sobre a proposta que trata do IBS (Imposto sobre Bens e Serviços) e da CBS (Contribuição sobre Bens e Serviços), mas a inclusão de proteínas animais, impulsionada pelo lobby, promete ser um ponto de contenda.


Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *